Herpes na Medicina Dentária

Devo realizar tratamentos médico-dentários se tiver um herpes ativo? 

Diversos estudos comprovam a existência de um potencial risco de infeção cruzada na prática da Medicina Dentária, uma vez que inúmeras infeções podem ser transmitidas através do contacto direto ou indireto com sangue e/ou saliva, de salpicos, de aerossóis e de instrumentos ou equipamentos contaminados.

O herpes é uma doença do tipo viral, causado pelo Vírus Herpes Simplex (HSV). Este pode manifestar-se através de pequenos agregados de bolhas em diversas partes do corpo, sendo que o herpes labial afeta a boca e/ou a face.

Um herpes ativo revela-se altamente contagioso:

  • Para o portador, quando as vesículas herpéticas rompem e o líquido resultante entra em contacto com outras áreas da pele;
  • Para o Médico Dentista / Assistente Dentária / Higienista Oral, através de aerossóis provocados pelo uso de instrumentos refrigerados de alta rotação (e.g. broca durante a remoção de lesão de cárie).

Desta forma, é preconizado que a consulta de Medicina Dentária seja adiada durante o período ativo do herpes, salvo raras exceções, como situações de urgência. Uma vez resolvida a lesão herpética, deverá reagendar a sua consulta em total segurança.

Dra. Sofia Ramalho